Motores

Conhece os Tipos De MOTOR PARA CARRO

Sabemos todos, mais ou menos, os tipos de motorização e as cilindradas. Mas saberemos as características, como economia, relação com AC, arranques e potência de todos eles?
Vamos explicar:

Motor 1.0

O motor 1.0 possui menor potência, porém, é o mais económico. Automóveis com este motor são indicados para quem deseja baixos consumos e poupança. É um motor ideal para andar em cidade e para quem não liga a velocidade.

Motor 1.4

Tem a melhor relação economia/desempenho. Consegue-se, por exemplo, que o AC do carro em funcionamento não ponha em causa o seu desempenho. Mantém a potência. Algo que não seria possível num motor de 1.000 de cilindrada.

Motor 1.6

É um motor já bastante mais interessante, para quem gosta de sentir potência. Tem bons arranques, não é tão necessário estar sempre a trabalhar com a caixa de velocidades e consegue manter a potência nas subidas. Obviamente, com isto, aumentam os consumos. Assegura é uma resposta mais rápida do motor. E potente!

Motor 1.8

Um bom motor para carros mais pesados e para quem faz muitos quilómetros, em longas viagens. Carrinhas de transporte de materiais, por exemplo, ou carros de família para férias, têm neste motor uma excelente solução. Ele nunca deve ser opção para quem faz muitas viagens apenas dentro da cidade. Os consumos vão disparar!

Motor 2.0

Com um motor destes, podes sempre levar o fresco ligado, em pleno verão, a subir uma serra ingreme. O AC, as subidas e as ultrapassagem não assustam os motores 2.0. São os mais ágeis do mercado. Consegue conciliar todos os factores. Claro que, para quem deseja poupar nos consumos, ele não será a melhor opção. Já para quem gosta de potência, velocidade, terá aqui um bom amigo.

Motor Turbo

Sabes que tipo de motor é este? Nem sempre as pessoas sabem qual é a real diferença dele, para os motores atrás mencionados. A principal diferença é simples:

-> Oferecer maior potência, sem aumentar o tamanho do motor <-

Basicamente, são motores que conseguem colocar mais ar dentro dos cilindros. A forma de consegui-lo é através de da divisão do ar em 2 tipos: quente e frio. O quente é expelido pelo escape, enquanto o frio, através do compressor, faz parte do sistema de admissão de ar. Conseguindo, assim, que alguns dos motores de menor cilindrada, como um 1.0, por exemplo, chegue a desempenhos de aceleração mais próximos de motores de maior cilindrada.

Já tens mais conhecimentos sobre MOTORES? Eles podem vir a ser muito úteis numa futura escolha de carro! E, se desejares, podes saber mais de como escolhê-lo neste artigo: “Ano Novo, Carro Novo – 5 Dicas Para Escolheres o Carro Certo” 🙂

 

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *